5 Qualidade de Serviço (QoS)

Qualidade de Serviço (QoS) se refere à capacidade de priorizar certos tipos de tráfego por toda a rede. No contexto de VoIP Hospedado da TW Solutions, este termo se refere à priorização dinâmica de Voz e Vídeo sobre outros tipos de tráfego. Particularmente em cenários onde a banda larga é limitada, a configuração correta de QoS é essencial caso queira obter a melhor qualidade em chamadas. Com a implementação correta, QoS pode reduzir a congestão, latência e perda de pacote – tudo o que afeta negativamente a qualidade das chamadas.

Configurações

Muitos mecanismos para entrega de QoS estão disponíveis e os administradores de rede devem usar a opção que melhor se adapta ao ambiente de rede.

Separação de Rede Física

Uma forma popular de garantir a qualidade de rede é separar fisicamente redes de dados e de voz. Este método envolve o uso de uma conexão WAN dedicada apenas para voz e usar conexões WAN separadas para tráfego de dados.

Roteamento Baseado em Política ou Balanceamento

Um outro método de alcançar QoS na entrega é a separação de rede lógica. As redes podem ser separadas em divisões lógicas ou VLANs para separar voz de tráfego de prioridade inferior. Este balanceamento de tráfego, ou roteamento baseado em política, pode alocar a banda larga dinamicamente baseado em volume ou estaticamente por atribuição manual.

Se você possui conexões WAN múltiplas, você pode configurar para que sua rede roteie sua VLAN de voz sobre uma conexão WAN e todas as outras VLANs sobre outras. Neste caso, a saturação da conexão WAN “de dados” é irrelevante, pois todo o tráfego de voz é roteado através de sua própria conexão WAN.

Classe de Serviço/DSCP

Roteadores e Gateways podem ser configurados para atender aos valores DSCP Layer 3. Valores Layer 2 802.1p/CoS também podem ser usados, embora DSCP seja preferido. Conforme configurados pela TW Solutions, os aparelhos telefônicos de VoIP definem um valor DSCP no cabeçalho de cada pacote que estes geram, conforme mostrado na seguinte tabela:

Tipo de Tráfego Propósito do Tráfego Valor DSCP Valor 802.1p/CoS
SIP Controle de Chamada 26 5
RTP Mídia de Chamada (a real conversa de voz) 46* 5

*O valor * DSCP 46 às vezes é chamado de EF (expedited forwarding / encaminhamento transmitido) em alguns dispositivos.

Para habilitar a QoS dentro da LAN e sobre a entrega Lan-para-WAN, a rede deve ser configurada para priorizar o tráfego carregando estas etiquetas sobre todos os outros tráfegos.

Recepção de QoS

Implementar Recepção de QoS (entrada) na sua conexão de internet requer a cooperação do seu ISO, pois pouco pode ser feito em uma LAN para evitar saturação do link de recepção.

Teste uma Rede para QoS

Devidamente configuradas, as políticas de Qualidade de Serviço (QoS) garantirão que o tráfego de VoIP será priorizado sobre outros tráfegos da rede. Isto ajuda a garantir a qualidade da chamada, especialmente em situações onde a LAN ou WAN estão saturadas. (“usada até o limite”).

Em equipamentos de LAN de alto nível, políticas de QoS adequadas podem ser verificadas ao se observar as filas e/ou fluxos de tráfego. Caso não seja possível, um grupo de testes empíricos também podem ser usados. Execute um dos seguintes casos de teste:

  1. Sature a conexão LAN transferindo arquivos grandes entre os computadores na LAN. Então efetue várias chamadas telefônicas simultâneas.
  2. Sature a porção transmitida da conexão WAN fazendo o upload de vários arquivos grandes. Então efetue várias chamadas telefônicas simultâneas.

Quadro de Exemplo de QoS

A ACME Inc. possui uma conexão T1 1.5Mbps do seu ISP. Em vários momentos durante o dia, o uso regular de internet da ACME é suficiente para ‘usar até o limite’ (saturar) completamente esta conexão. A ACME está considerando implementar uma solução de VoIP – eles querem garantir que a qualidade da chamada em VoIP seja mantida, mesmo durante períodos de pico no uso da internet.

Implementar QoS na LAN ajuda a resolver este problema – devidamente configurada, QoS garantirá que o tráfego VoIP seja priorizado dentro da LAN, para que aos telefones seja alocada dinamicamente a banda larga que estes precisarem. QoS também garante que esta priorização se estenda para a ‘entrega’ entre as conexões LAN e WAN, para que a ACME não seja saturada (‘usada até o limite’) sua banda larga de transmissão (saída).

QoS na porção de recepção (entrada) da conexão de internet é cuidada por seu ISP. ACME Inc. irá obter seu T1 da TW Solutions, que prioriza dinamicamente o tráfego de Vídeo e VoIP sobre todos os outros tipos de tráfego pela própria conexão de internet atual.

Com QoS habilitada tanto nos componentes de transmissão (saída) quanto na recepção (entrada) da conexão de internet, a ACME Inc. pode ficar confiante de obter uma ótima qualidade de chamada, mesmo durante períodos de uso pesado da rede.

Sidebar